Cantata, Concerto, Seresta e Vesperata musicalizaram o final de semana em Diamantina

Diamantina, que já é reconhecida como um dos mais belos destinos turísticos das Minas Gerais, se lança a um novo desafio. A cidade, famosa por suas tradições e por sua natureza, busca consolidar sua imagem como um destino turístico de musicalidade.

Os esforços empenhados para tornar Diamantina um destino de musicalidade se traduzem em uma rica experiência para a comunidade diamantinense e para os visitantes, que no último final de semana se desdobraram para acompanhar a agenda musical da cidade.

Na sexta-feira (17/04), a Cantata de Páscoa, com a participação da Orquestra Sinfônica Jovem de Diamantina e do Coral Eny Assumpção Baracho do Conservatório Estadual de Música Lobo de Mesquita, encantou a centenas de expectadores que assistiram ao evento na Catedral Metropolitana.

No mesmo dia, aconteceu na Igreja de N. Srª do Carmo o Concerto do Órgão Histórico Almeida e Silva / Lobo de Mesquita. Conduzido pelo Organista Evandro Archanjo o Concerto do Órgão Histórico emocionou tanto a pessoas que relataram já terem tido algum contato com o instrumento, quanto àqueles que o ouviam pela primeira vez.

Ao término do Concerto do Órgão, no adro da Igreja de N. Srª do Carmo o Grupo Seresteiros de JK aguardava o público para conduzi-los pela nova Rota da Seresta até o Mercado Velho, que também estava repleto de apreciadores da gastronomia de boteco e da música popular, o que se repetiu também na Feira do Mercado Velho realizada na manhã do sábado (18/04).

Fechando a agenda musical do final de semana, na noite de sábado a Vesperata de Diamantina abriu sua nova temporada com casa cheia. O público atento ocupou a Rua da Quitanda para assistir ao mais original espetáculo musical orquestrado por bandas de música.

DSC02145

Confira mais notícias no Boletim do Turismo