De volta à cidade de origem, “Minas ao Luar” tem edição especial em Diamantina

Noite especial (06/07) com a presença de Saulo Laranjeira, shows do trio de violeiros Vozes do Vale e de Banda 14Bis e, ainda, Vesperata aberta ao público em comemoração aos 20 anos do Título de Patrimônio Cultural da Humanidade

Diamantina, 01 de julho de 2018 – A frase “o bom filho à casa torna“ faz todo o sentido para a edição especial do Minas do Luar que será realizada no dia 6 de julho (sábado), a partir das 18h30, em Diamantina.

A cidade, localizada no Vale do Jequitinhonha e marcada por sua forte musicalidade, é a origem da atividade do Sesc que é hoje um dos maiores projetos culturais contínuos de incentivo à música nacional. O Minas ao Luar em Diamantina é uma realização do Sesc em Minas em parceria com a TV Globo Minas e a Prefeitura Municipal de Diamantina.

Diversas atrações vão marcar a noite de festa do povo diamantinense e da cidade, que celebra os 20 anos do Título de Patrimônio Mundial e concorre à Rede de Cidades Criativas da Unesco. A programação será iniciada com o cortejo cultural com grupos tradicionais locais. Em seguida, é a vez da famosa Vesperata na Rua da Quitanda, que em um formato diferenciado será gratuita e com livre participação, democratizando o acesso a essa tradição da cidade.

Tendo como animador cultural o múltiplo artista mineiro Saulo Laranjeira, o show de abertura será com o trio de violeiros Vozes do Vale, composto por Rubinho do Vale, Pereira da Viola e Wilson Dias, cujas canções evidenciam a cultura e as tradições do Vale do Jequitinhonha. Para selar a noite, a Banda 14 Bis sobe ao palco com as canções que embalaram o Clube da Esquina.

Para a gerente de Cultura do Sesc, Janaina Cunha, voltar ao berço do Minas ao Luar, no ano em que a atividade completa 25 anos, é valorizar características tão marcantes na musicalidade de nosso estado que unem o projeto e a própria cidade. “ Trata-se de um resgate ao início do Minas ao Luar, que nasceu com a seresta, algo tão presente em nossa cultura, nas cidades mineiras e, claro, em Diamantina, conhecida nacionalmente pela sua tradição musical. Isso reforça o motivo de voltarmos, estar em um local que emana musicalidade, tradição, elucidando a seresta e a música brasileira, nossa raiz”, afirma. E as atrações propostas pelo Sesc seguem esse mesmo caminho. “Realizar um Minas ao Luar com a presença dos grupos tradicionais da região, da Vesperata, de grandes nomes da viola do Vale e dos expoentes de uma das maiores heranças da música mineira – Clube da Esquina – é muito simbólico e potente,” reforça.

SOBRE AS ATRAÇÕES

Cortejo cultural

O cortejo cultural será composto por grupos com forte tradição local, envolvendo banda de música, capoeira, seresta, congado e dança afro. Entre eles estão, Grupo de dança afro Bantos do Baú, grupos de capoeira Cais da Bahia e Gingado de Bamba, e, ainda, Folia de Reis da Vila Operária.

Grupo Vozes do Vale

Autênticos representantes da riqueza musical e cultural do Vale do Jequitinhonha, os violeiros Pereira da Viola, Rubinho do Vale e Wilson Dias preparam para essa apresentação clássicos de seus repertórios já entoados pelas cidades e festivais, levando ao público os tesouros preservados e a perpetuação de suas tradições para as novas gerações.

14Bis

Eles estão há quatro décadas numa trajetória caracterizada pela reinvenção e ampliação de um público fiel. E estão comemorando nos palcos, com a nova turnê ’14 Bis – 40 Anos’, que reúne os clássicos da carreira do grupo mineiro, assim como outros sucessos, da música nacional e internacional. Surpresas escolhidas a partir de coisas que ouviram nesses 40 anos, com um pé até na modernidade, podendo ir dos Beatles a Renato Russo. É um novo 14 Bis que está no ar, mas sem deixar, é claro, sua característica sonoridade, uma mistura única de rock com Clube da Esquina, música clássica, progressivo, do country norte-americano ao regional brasileiro, e o que mais pintar no caldeirão de Cláudio Venturini (guitarra e voz), Sérgio Magrão (baixo e voz, único carioca do grupo), Vermelho (teclados e voz) e Hely Rodrigues (bateria).

SOBRE O ‘MINAS AO LUAR’

O Minas ao Luar é um projeto do Sesc em Minas de valorização da música brasileira e das culturas populares tradicionais, por meio de apresentações artísticas gratuitas e de qualidade, para toda a família, promovendo o diálogo e intercambio com as manifestações culturais locais e as leituras contemporâneas.

O ano de 2018 foi de consolidação do novo formato do Minas ao Luar, apresentando em todas as regiões do estado uma programação artística variada. Nessa fase, representando diversidade de ritmos e estilos, o projeto segue promovendo grandes encontros e fomentando a música nacional. Para se ter ideia da intensidade da programação, apenas no ano passado o projeto teve 42 edições, alcançando, só neste período, um público superior a 180 mil pessoas.

Desde a primeira edição, realizada em 1994, em Diamantina, foram mais de 700 apresentações em mais de 200 municípios, dentro e fora de Minas Gerais, contabilizando um público superior a dois milhões de espectadores. Todo esse sucesso já rendeu a produção de três discos – Minas ao Luar: Canções 1; Minas ao Luar: Canções 2 e Minas ao Luar: Canções 3 – e um livro, com letras e cifras para acompanhamento em violão, o Minas ao Luar: Canções. Além disso, o Sesc lançou, em dezembro de 2014, o primeiro DVD do projeto: Minas ao Luar: ao vivo no Sesc Palladium, que é distribuído, gratuitamente, nas apresentações, como acontece com os três discos e o livro produzidos anteriormente.

SERVIÇO

Minas ao Luar em Diamantina

Data: 06 de julho de 2019 (sábado)

Atrações: Cortejo cultural, Vesperata gratuita, Grupo Vozes do Vale e Banda 14 Bis

Hora: a partir das 18h30

Local

Cortejo cultural: começa na Rua do Palácio e encerra na Rua da Quitanda

Vesperata: Rua da Quitanda

Shows: Mercado Velho (Rua Joaquim Costa, S/N)

Entrada gratuita

Informações para o público: (31) 3270-8100

Informações para a imprensa: Ana Paula Rachid (31)3279-1479 | Mariana Dias (31) 98791-8203 | (31) 98201-1561 | (31)98799-7446| imprensa@sescmg.com.br