Mobilize-se contra a Dengue

O combate à Dengue é um empenho coletivo, sério e que deve ser realizado todos os dias!

O trabalho de prevenção é um desafio enfrentado todos os anos pela Equipe de combate à Dengue da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que realiza ações constantes por meio dos seus agentes municipais.

No entanto, o sucesso do trabalho depende do empenho de todos os cidadãos e da efetiva notificação da ocorrência ou suspeita da doença à autoridade pública pelos médicos, profissionais e responsáveis pelos estabelecimentos de saúde. As notificações são imprescindíveis para a Vigilância Epidemiológica da SMS detectar precocemente, controlar possíveis epidemias e reduzir o risco de transmissão nas áreas endêmicas.

Até o momento, o município registra oficialmente 20 casos, sendo oito no bairro da Palha, um no Centro (pessoa infectada fora do município), um no Cazuza, dois no Rio Grande, um na Cidade Nova, um no bairro Presidente, um na Pedra Grande, um no Bela Vista, um no distrito de São João da Chapada e 3 na Vila Operária. Das 20 notificações, 7 casos estão confirmados e os outros estão em aberto, aguardando confirmação.

Das larvas do mosquito encontradas nas regiões onde moram os infectados, os maiores índices de infestação foram nas casas em depósitos móveis, como: Vasos, Frascos, Pratos, Pingadeiras, dentre outros; em depósitos ao nível do solo: Barril, Tina Tambor, Tanque, Poço e no lixo: em recipientes plásticos, garrafas, latas e sucatas em ferro velho.
Após a notificação dos casos, a equipe de agentes de Combate às endemias, encontraram larvas de mosquito em algumas residências de pessoas suspeitas ou doentes, desse modo, é fundamental, o cuidado de todos para que a Dengue não atinja a níveis epidêmicos.

Em Diamantina, a incidência de casos de Dengue, é de apenas 0,01%, porcentagem inferior ao previsto pela Secretaria de Estado de Saúde para 2015, que seria de 20%.

Prevenção

Para evitar epidemias, está sendo realizado aplicação de inseticida, “fumacê”, no entorno das residências onde têm ocorrências de casos de Dengue, visitas domiciliares pelos agentes da Estratégia Saúde e Família (ESF), que passam orientações aos moradores e a Vigilância Sanitária intensificou as fiscalizações dos lotes, autuando os que estiverem com mato alto e entulhos.
Além disso, o ano passado, preparando-se para o período de chuva de 2015, de agosto à outubro, foi realizado o mutirão da limpeza nos bairros do Rio Grande, Palha, Maria Orminda, Gruta de Lurdes, Consolação, Vila Operária, Arraial dos Forros, parte do Centro e da Cidade Nova. Áreas consideradas de maior risco, pela pesquisa de índice de larvas do aedes aegypt.

Além disso, o ano passado, preparando-se para o período de chuva de 2015, de agosto à outubro, foi realizado o mutirão da limpeza nos bairros do Rio Grande, Palha, Maria Orminda, Gruta de Lurdes, Consolação, Vila Operária, Arraial dos Forros, parte do Centro e da Cidade Nova. Áreas consideradas de maior risco, pela pesquisa de índice de larvas do aedes aegypt.

Previna a Dengue