Diamantina estuda a viabilidade de um novo carnaval

20170110_200938

Não há que se falar em carnaval sem se lembrar de Diamantina, onde o evento é marcado pelo estilo peculiar das batucadas que acabaram virando referência para muitos grupos em todo o Brasil.

E a própria história confirma: Diamantina é o berço de grandes batucadas!

“Amigos e familiares se juntavam todo carnaval a batucar nas portas do Clube Acayaca de Diamantina, ao término do baile de carnaval oficial da cidade. A festa saía dos salões e invadia as calçadas das ruas”. Assim surgiu a BARTUCADA, em 1972. Hoje, com mais de 300 integrantes, tornou-se uma das principais atrações do carnaval de Diamantina, além de tocar por todo o país durante o ano.

Em 1979, surgem os BECUDUS DO MOTTA: samba de raiz da melhor qualidade, no Beco do Motta e na Rua da Quitanda. Vêm com uma nova formação musical e com novas propostas musicais, mas com a mesma vontade de divertir, brincar, cantar os sambas e curtir o Carnaval de Diamantina, porque para o grupo, carnaval não é amor, é paixão.

BAT CAVERNA surgiu em 1985, com sete músicos adolescentes. Timidamente, no carnaval, faziam roda de samba em um bar muito pequeno e discreto, por eles apelidado de “bat caverna”, daí o nome do grupo. Em 1993, a roda de samba, já grande para o bar, foi para o palco, com um número maior de ritmistas e se transformou em um verdadeiro show, hoje marca registrada do carnaval de Diamantina.

Em meados de 2004, amigos se encontravam, de vez em quando, para tocar e fazer um samba. Como eles mesmos dizem, cada um “chegava chegando” com o seu instrumento e a música acontecia. Assim surgiu o grupo CHEGA CHEGANO que hoje também é parte integrante do Carnaval de Diamantina.

O SAMBECO DO MOTA surgiu no carnaval de Diamantina em 2008, quando amigos dispostos a fazer um bom samba, resolveram tocar, somente para se divertir. O que no início parecia algo sem compromisso, despretensioso, acabou tornando-se uma atração na Rua da Quitanda em todos os carnavais.

No ano de 2012, surge UH!BLOCO. Formada por músicos apaixonados, dedicados e profissionais. A banda tem uma batida única, forte e envolvente, repertório eclético, muita alegria e muita descontração em suas apresentações, distintivos singulares que vêm fazendo dela sucesso por onde passa.

Em 2013, “da união de pessoas de várias idades, das mais diversas classes sociais e étnicas, que gostam de música de qualidade, independente do gênero, mas, principalmente, gostam de folia, de alegria e de carnaval”, surgiu a SAIDEIRA. A banda que nasceu com a identidade diamantinense traz para o ritmo de bateria e de samba, todos os gêneros musicais.

Diamantina, por si só, atrai turistas de janeiro a janeiro, mas em fevereiro, há uma atração a mais: a musicalidade das batucadas que, de fato, dita o tom do carnaval. E é com vistas em valorizar esta história musical local riquíssima que vem a formatação do carnaval de Diamantina para este ano. “Pensamos no carnaval como um modelo que se aperfeiçoe ao longo do tempo, resgatar nossas tradições, valorizar nossa gente e nossa cultura e fortalecer nosso maior produto: Diamantina, Patrimônio Cultural da Humanidade” – diz o Prefeito Municipal de Diamantina, Juscelino Brasiliano Roque. Neste sentido, foi promovido um encontro entre Poder Público e representantes de todas as batucadas que tiveram sua origem diretamente ligada ao Carnaval de Diamantina, para juntos delinearem uma proposta para o Carnaval 2017.

A Secretária Municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio, Márcia Betânia Oliveira Horta, diz que a cultura do carnaval de Diamantina é poderosa, centenária, tradicional, que a tradição se renova e chega nos dias atuais de cara nova. Destaca a musicalidade que vira “hits” como as marchinhas de carnaval diamantinenses e o recente “Quer terminar termina, eu vou para o carnaval de Diamantina”.

Segundo a secretária é necessário investir na diversidade, promover um carnaval para todos, com a participação de todos. Diz acreditar no poder de retomada das tradições com toda a substância cultural que o carnaval de Diamantina formou ao longo do tempo.

A reunião teve um saldo positivo, quando todos se uniram com o propósito de resgatar o que Diamantina tem de melhor: seu povo, sua cultura. Significou a união por uma musicalidade ímpar com objetivo de manter o Carnaval de Diamantina entre os melhores carnavais do Brasil.

ASCOM – Prefeitura Municipal de Diamantina/MG