JUSCELINO E MAIS 31 PREFEITOS DA REGIÃO SE UNEM PARA SALVAR HOSPITAL NOSSA SENHORA DA SAÚDE E COBRAM VERBA DO SECRETÁRIO DE ESTADO

O prefeito de Diamantina Juscelino Brasiliano Roque, que também é presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Jequitinhonha (CISAJE), o prefeito de Itamarandiba, Luiz Fernando Alves, que também é presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Jequitinhonha (AMAJE), e mais 30 chefes do Executivo municipal, totalizando 32 prefeitos, estiveram reunidos até o início da noite de ontem , terça-feira, 28 de novembro, com o secretário de Estado da Saúde, Sávio Souza Cruz, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, para reivindicar recursos para o Hospital Nossa Senhora da Saúde, que está ameaçado de fechar as portas.
Também estavam presentes a diretoria da instituição, que amarga uma dívida de R$ 18 milhões; secretários municipais de saúde e vereadores. “Pela primeira vez, conseguimos que os prefeitos da região atuassem em um esforço conjunto para tentar manter a unidade funcionando. O hospital atende várias especialidades e a população de toda a região. Seu fechamento será uma tragédia na saúde”, afirmou Juscelino Roque.
O Hospital Nossa Senhora da Saúde tem 82 leitos, dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto; oito leitos de UTI Neonatal; dois leitos de UTI Pediátrico. Trabalham na unidade 40 médicos e mais 237 funcionários. O corpo clínico não recebe os salários há dois meses por falta de recursos e o hospital já anunciou uma paralisação. A instituição pertence à Irmandade Nossa Senhora da Saúde e há muitos anos enfrenta dificuldades financeiras.

CARTA ÀS AUTORIDADES
Para tentar salvar a unidade, os prefeitos da região estão percorrendo os gabinetes do Governo do Estado e de Brasília para reivindicar recursos para o hospital. Da reunião com secretário Sávio Souza Cruz, os prefeitos redigiram um documento, assinado pelos 32 chefes do Executivo municipal da região, solicitando ao governador do Estado, Fernando Pimentel, e a secretários do seu governo, o repasse, em caráter de urgência, de R$ 1,2 milhão para evitar o fechamento do hospital.

hos hos2 hos3