Pontos Turísticos

foto de Antiga Casa da Intendência

Antiga Casa da Intendência

Edificado entre 1733 e 1735, como sede da Intendência dos Diamantes, passou a servir como escola a partir da segunda metade do século XIX. A construção possui escadaria de pedra (no acesso principal), cobertura de quatro águas, dez janelas no andar superior e nove no térreo. No interior do prédio, chama atenção o forro em gamela do salão do segundo pavimento. Nas demais dependências, os forros mais antigos são em saia-e-camisa.

Informações:

Endereço:

Praça Conselheiro Mata, 11

Horário de Funcionamento:

de 2ªa 6ª. 8h às 17h

Mais informações sobre Turismo em Diamantina:  http://vivadiamantina.com.br

Ver menos Ver mais
foto de Capela Nossa Senhora da Luz

Capela Nossa Senhora da Luz

Construída por iniciativas de uma portuguesa, Dona Tereza de Jesus Perpétua Corte Real, em cumprimento de uma promessa feita por ter se salvado do terremoto de Lisboa, em 1755. A construção, no entanto foi em época bem posterior estando concluída em 1819, conforme documentos que informam sobre a transladação da Arquiconfraria do Glorioso Patriarca São Francisco, da capela do amparo para a da Luz. A doação foi definitiva cinco anos mais tarde pela dona Maria Tereza. A dama portuguesa que erigiu a capela anexou à mesma um recolhimento e educandário para meninas órfãs. Quando Dona Tereza de Jesus faleceu em 1826 foi sepultada a entrada do templo. A capela da luz, como tantas outras, necessitou passar por várias reformas, porém manteve seu estilo apesar de algumas alterações.

Informações:

Endereço:

Rua da Luz

Horário de Funcionamento:

n/a

Pra mais informações sobre o Turismo em Diamantina acesse:  http://vivadiamantina.com.br/

Ver menos Ver mais
foto de Conselheiro Mata

Conselheiro Mata

O Distrito de Conselheiro Mata está localizado em um vale rodeado por serras. A sede, por ser uma área mais plana, arborizada e de clima agradável, mesmo no verão, é ideal para os que preferem sossego e passeios a pé, de bicicleta ou a cavalo.
Com uma população de 420 habitantes, o Distrito é formado por um pequeno agrupamento de casas. No centro está  a capela dedicada a Nossa Senhora das Dores.
Muito próximo à sede do Distrito está o Riacho das Varas, de águas tranquilas para banho e descanso.
Como a maioria das comunidades do Alto Jequitinhonha, Conselheiro Mata têm suas origens ligadas à exploração de ouro e diamante, assim como a presença de tropeiros na região, que buscavam lugares em que o gado pudesse pastar e os membros da comitiva descansar.
O povoado era chamado de Riacho das Varas, nome do riacho que corta a cidade.
Em 1950 Helena Antipof  inaugurou no local o colégio para meninas, que tinham a formação para professoras, mais tarde, funcionou como Centro Regional de Treinamento. No ano de 1961, foi criado o Ginásio Rural Padre José de Carvalho, para acolher internos adolescentes. Hoje no antigo prédio do colégio para meninas funciona uma escola estadual. O imponente prédio se encontro no centro do distrito.

Conselheiro conta com a antiga Estação Ferroviária, integrante da linha de trem que ligava Diamantina a Corinto.  A construção da estrada de ferro Diamantina-Corinto em 1912, com a denominação de Estação Ferroviária Riacho das Varas, também trouxe perceptível desenvolvimento para a comunidade. No final do ciclo do ouro e do diamante ela era a única justificativa para o progresso de Conselheiro Mata. O trecho integra a atual Trilha Verde da Maria Fumaça.

Cachoeiras de Conselheiro Mata – As belezas naturais são o ponto forte do turismo na região. São as mais bem preservadas da região de Diamantina, com grandes quedas, corredeiras e águas potáveis e cristalinas. São elas: Cachoeira das Fadas, das Andorinhas, do Triângulo, Poço das Sereias, dos Três Desejos, Telésforo, dentre outras.

Atenção: A maioria dos atrativos não são sinalizados. Recomendamos que as visitas sejam acompanhadas por um guia local. Entre em contato com um de nossos guias ou receptivos locais!

 Informações:

Mais informações sobre Turismo em Diamantina:  http://vivadiamantina.com.br

Ver menos Ver mais
foto de Teatro Santa Izabel

Teatro Santa Izabel

O Teatro Santa Izabel foi construído em 1841 e foi aberto ao público no ano seguinte. O objetivo da criação dessa casa de espetáculos era a de aplicar as verbas no hospital da cidade, a Santa Casa de Caridade. Em 1912, o Teatro foi derrubado em favor de um novo teatro e cinema edificado na antiga rua Tiradentes, atual rua Direita, No local onde existiu o teatro, na Cavalhada Velha, houve a construção, pela municipalidade e pelo governo de Minas Gerais, da Cadeia Pública, retirando-a da área central da cidade. Em 2007, foram iniciadas as obras de restauração do prédio e, em 2010, o Teatro Municipal Santa Izabel reabre suas portas.

Informações

Endereço:

Praça Dom Joaquim, 166.

Telefone:

(38)35317180

Para mais informações sobre Turismo em Diamantina acesse:   http://vivadiamantina.com/

Galeria de fotos

Ver menos Ver mais
foto de Antiga Estação Ferroviária de Diamantina

Antiga Estação Ferroviária de Diamantina

A Estrada de Ferro Central do Brasil que ligou Diamantina a Corinto, a Curvelo, a Belo Horizonte e ao litoral, foi inaugurada em 1914. Este terminal ferroviário funcionou até o início dos anos 1970, quando teve os trens de passageiros desativados. Atualmente, o Corpo de Bombeiros da cidade ocupa o prédio e a estação marca o início da Trilha Verde da Maria Fumaça.

Informações

Endereço:

Largo Dom João

Para mais informações sobre Turismo em Diamantina acesse:   http://vivadiamantina.com/

Galeria de fotos

Antiga Estação Ferroviária

Antiga Estação Ferroviária

Ver menos Ver mais
foto de Conjunto Arquitetônico e Urbanístico de Diamantina

Conjunto Arquitetônico e Urbanístico de Diamantina

A cidade de Diamantina teve sua formação com a descoberta e exploração do ouro no vale do córrego do Tijuco, em 1713, pela bandeira liderada por Jerônimo Gouveia que, partindo do Serro, acompanhou o curso do rio Jequitinhonha até atingir a confluência do córrego Pururuca e Rio Grande. Os primeiros povoados se instalaram no lugar denominado Burgalhau (hoje Rua do Burgalhau, Rua do Espírito Santo e Beco das Beatas), mas o crescimento do povoado se deu a partir de 1720 em decorrência da descoberta do diamante.

Durante este período de formação histórica baseada na mineração, a cidade de Diamantina conservou significativas referências culturais do período colonial, mantendo um rico acervo, sobretudo arquitetônico e urbanístico. Desta forma, o centro urbano de Diamantina apresenta uma configuração característica das cidades do período colonial, com um padrão irregular, com arruamentos transversais à encosta, marcados, principalmente, pelas ruas paralelas com pequenas variações de abertura ou desvio de alguns becos e ruas estreitas.

No conjunto arquitetônico, a cidade conta com monumentos significativos para a história da arte e da arquitetura no Brasil dos séculos XVIII, XIX e XX, como as igrejas das Mercês, do Amparo, do Carmo, do Rosário, de São Francisco de Assis, do Senhor do Bonfim, bem como a Casa do Forro Pintado, o edifício do Fórum, o Mercado Municipal, o Museu do Diamante, a Biblioteca Antônio Torres, a Casa da Chica da Silva e os prédios projetados pelo arquiteto Oscar Niemeyer: Hotel Tijuco, Faculdade Federal de Odontologia de Diamantina, Escola Estadual Professora Júlia Kubistchek e Diamantina Tênis Clube. A arquitetura civil da cidade também é uma referência especial com ausência de casas térreas, ficando em destaque os conjuntos de sobrados. O centro histórico de Diamantina também é dotado de excepcional beleza por sua composição com a Serra dos Cristais, formando um dos conjuntos paisagísticos mais significativos de Minas.

Informações

 Para mais informações sobre Turismo em Diamantina acesse:   http://vivadiamantina.com/

Galeria de fotos

Ver menos Ver mais
foto de Edifício do Fórum

Edifício do Fórum

O edifício do Fórum foi construído em meados da primeira metade do século XVIII e sua destinação era casa de morada, apresentando um imponente quintal.

Informações

 Para mais informações sobre Turismo em Diamantina acesse:   http://vivadiamantina.com/

Galeria de fotos

Ver menos Ver mais
foto de Igreja Nossa Senhora do Amparo

Igreja Nossa Senhora do Amparo

A conclusão da construção da capela  data de 1776. Foi construída pela Irmandade dos Pardos do Arraial do Tijuco, possui altares trabalhados em estilo barroco-rococó, destacando-se o púlpito em forma de cálice e as imagens do século XVIII. Os trabalhos de acabamento e ornamentação são atribuídos ao pintor e irmão da ordem Silvestre de Almeida Lopes, tais como: a pintura, douramento da Capela e pintura dos dois altares do arco do cruzeiro (1796). Ao longo do século XIX passou por várias reformas, como a demolição da primitiva torre em 1813 que, por ser de pedra, causou danos à estrutura do edifício, sendo reedificada cinco anos depois.

Informações

Endereço:

Rua do Amparo

Telefone:

(38)35319532

Horário de funcionamento:

terça a sábado: 08h às 11h

dom: 09h às 13h (obs: abre em domingos alternados com a Igreja Nosso Senhor do Bonfim)

No dia 24/12/2016 a igreja irá funcionar em gorário especiais: 08h às 13h

Para mais informações sobre Turismo em Diamantina acesse:   http://vivadiamantina.com/

Galeria de fotos

Ver menos Ver mais
foto de Igreja de Nossa Senhora das Mercês

Igreja de Nossa Senhora das Mercês

A edificação da Igreja de Nossa Senhora das Mercês teve início em 16 de março de 1778. A Irmandade de Nossa Senhora das Mercês foi criada em 1772, originada de uma cisão da Irmandade Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, da qual se desligaram os irmãos mulatos, com a resolução de constituírem nova irmandade.

Informações

Endereço:

Rua das Mercês

Horário de funcionamento:

não abre à visitação

 Para mais informações sobre Turismo em Diamantina acesse:   http://vivadiamantina.com/

Galeria de fotos

Ver menos Ver mais
foto de Casa da Glória

Casa da Glória

Integrada por duas edificações dos séculos XVIII e XIX ligadas por um passadiço, já abrigou o colégio das irmãs vicentinas e hoje é sede do Instituto Casa da Glória, da UFMG.

Informações

Endereço:

Rua da Glória, 297/298

Telefone:

(38) 3531-1394

Horário de funcionamento:

de 2ªa 6ª. 8h/12h e 14h/17h

Ver menos Ver mais
foto de Biblioteca Antônio Torres (Casa do Muxarabiê)

Biblioteca Antônio Torres (Casa do Muxarabiê)

Erguida na segunda metade do século XVIII, com sacadas de treliças. Possui um rico acervo histórico com documentos e livros raros.

Hoje biblioteca pública, exibe num dos balcões da fachada um raro muxarabiê original, treliça de influência moura que encobre a sacada e que servia para os moradores observarem a rua sem serem notados.

Informações

Endereço:

Rua da Quitanda, 48

Horário de funcionamento:

de 2ªa 6ª. 8h/12h e 14h/17h

Ver menos Ver mais
foto de Mercado Velho – Centro Cultural David Ribeiro

Mercado Velho – Centro Cultural David Ribeiro

O local pertenceu originalmente ao tenente Joaquim Cassimiro Lages que, em 1835, edificou um prédio para sua moradia e, ao lado, um rancho destinado ao comércio de tropeiros. Entre 1881 e 1884 gouve a desarticulação do local em decorrência da crise da mineração. Em 1889, ocorreu a construção deste Mercado Municipal para melhorar o melhor da comercialização dos produtos na cidade, bem como para melhor organização e modernização da rede urbana.

Informações

Endereço:

Praça Barão do Guaicuí, 170

Horário de funcionamento:

n/a

Para mais informações sobre turismo em Diamantina acesse:
Ver menos Ver mais
foto de Casa de Juscelino Kubitschek

Casa de Juscelino Kubitschek

Casa onde Juscelino Kubitschek, ex presidente do Brasil viveu sua infância e adolescência na Rua São Francisco. A construção é de pau a pique, técnica construtiva típica do século XVIII. A casa foi transformada em museu e os cômodos abrigam biblioteca, objetos pessoais, fotos e os violões usados pelo político para participar das serestas.

Informações

Endereço:

R. São Francisco, 241

Telefone:

(38) 3531-3607

Horário de funcionamento:

terça a sábado 08h às 17h; domingos e feriados 08h às 13h.

Para mais informações sobre turismo em Diamantina acesse:

http://vivadiamantina.com/

Ver menos Ver mais
foto de Casa de Chica da Silva

Casa de Chica da Silva

O bonito solário foi residência da escrava Chica da Silva entre os anos de 1763 e 1771. A casa, que hoje funciona como sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Dentro do casarão é possível apreciar a coleção de quadros que retratam a rainha negra.

Informações

Endereço:

Praça Lobo Mesquita, 266

Telefone:

(38) 3531-2491

Horário de funcionamento:

n/d

Ver menos Ver mais
foto de Igreja de Nossa Senhora do Carmo

Igreja de Nossa Senhora do Carmo

Erguida entre 1760 e 1784, a igreja tem uma característica curiosa – a torre fica nos fundos da construção. O interior guarda altar folheado a ouro e órgão de 549 tubos.

Informações

Endereço:

R. do Carmo, s/n

Telefone:

(38)35311188

Horário de funcionamento:

terça, quinta e sexta feira: 14h30 às 17h- sábado 09h às 12h e 14h às 17h.

Galeria de fotos

Ver menos Ver mais
foto de Basílica Sagrado Coração de Jesus

Basílica Sagrado Coração de Jesus

O projeto de construção da Basílica do Sagrado Coração de Jesus segue o estilo neogótico e foi elaborado pelo Pe. Júlio Clévelin, que já havia projetado a igreja Nossa Senhora Mãe dos Homens, no Caraça. A Basílica foi construída entre 1885 e 1890. O material de construção foram pedras de cantaria à vista existentes na região. Em 1920, a igreja foi elevada à categoria basílica.

Informações

Endereço:

Praça Sagrado Coração Jesus, 11

Telefone:

(38)35312455

Horário de funcionamento:

Segunda a sábado: 07h às 20h (missa às 19h)

domingo 09 às 20h (missa às 10h e 19h)

 Pra mais informações sobre Turismo em Diamantina acesse:  http://vivadiamantina.com/
Ver menos Ver mais
foto de Igreja de São Francisco de Assis

Igreja de São Francisco de Assis

O estilo predominante na Igreja de São Francisco, de 1775, é o rococó – os bonitos entalhes dos altares combinam madeira e ouro. Aproveite para subir na torre dos sinos, aberta à visitação.

Informações

Endereço:

R. São Francisco, s/n

Telefone:

n/d

Horário de funcionamento:

n/d

Ver menos Ver mais
foto de Museu do Diamante

Museu do Diamante

O museu inaugurado nos anos 50 ocupa um casarão de 1749. O acervo reúne objetos dos séculos 17 a 19, como utensílios utilizados na mineração de diamantes, oratórios, armas, louças, obras de arte e mobiliário.

Informações

Endereço:

Rua Direita, 14

Telefone:

(38) 3531-1382

Horário de funcionamento:

3ª a sábado: 10h às 17h

Dom e feriados: 9h às 13h

  Pra mais informações sobre o Turismo em Diamantina acesse:  http://vivadiamantina.com/
Ver menos Ver mais
foto de Catedral Metropolitana de Diamantina – Santo Antônio da Sé

Catedral Metropolitana de Diamantina – Santo Antônio da Sé

A atual Catedral foi construída entre 1932 e 1938, em substituição à antiga igreja de Santo Antônio do Tijuco (construída por volta de 1750 e demolida em 1932), que se localizava no mesmo espaço, mas posicionava-se voltada para à rua Direita. Desta antiga igreja, nota-se a presença dos altares laterais que remetem ao estilo barroco e algumas peças avulsas.

Informações

Endereço:

Praça da Matriz

Telefone:

(38)35311580

Horário de funcionamento:

segunda a domingo- 08h às 18h

 Para mais informações sobre Turismo em Diamantina acesse:  http://vivadiamantina.com/

Galeria de fotos

Ver menos Ver mais

Meu roteiro, minha Diamantina!

Clique em "adicionar ao meu roteiro" para montar um mapa com suas atrações favoritas e descubra a melhor forma de visitá-las!

Confira seu roteiro e
planeje sua visita!

Você já adicionou
0 ATIVIDADES